sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

6

Vai haver sempre uma altura que te dás conta do quanto algo pode interferir na tua vida, mesmo que isso se tenha passado à muito tempo atrás. 

É isso que te vai fazer perceber que realmente, não se mudou tanto como achávamos que tinha mudado, que as coisas não se modificaram só porque passaram se anos e tu pensas que já sabes o suficiente, já ultrapassaste o suficiente para algo não te afectar. Mas e como tudo na vida, nada é certo e qualquer coisa pode te bater à porta, como um Olá que vem refugiado na tentativa de te fazer erguer de um esconderijo que insistes em estar só por repisa, medo...ou teimosia.

Teimosia... mas que grande verdade. Juntando a isso todas as vertigens e inseguranças inerentes ao que alguma vez foste e sobreviveste. Se calhar é mesmo ai que te apercebes do quão minúsculo se pode ser em confronto com um sentimento que pode parecer pequeno, mas que se vai enrolado de tal forma que dás por ti perdido numa imensidão de um grande misto de emoções. Algumas pessoas chamam-lhe borboletas...não sei se as sinto, nem sei se as deixo sentir, pois por vezes pensamos que o gelo pode ser tão concentrado que somos nós próprios os culpados a não deixar esses tão desejados efeitos surgirem e proporcionar algo que se parece tanto ou mais com a felicidade.


5 comentários:

  1. Concordo contigo!
    Não lutes contra aquilo que te faz bem

    ResponderExcluir
  2. Amazing post, dear! :) Do you want to follow each other? If yes, please follow me with GFC, write a comment and I follow you back :)

    xx Veronica
    welcome to Mango Juice

    ResponderExcluir
  3. Bom post amor!

    Eliana,
    http://around-eliana.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do teu blog e deste post! Escreves muito bem! Beijinho

    ResponderExcluir